Inspiração: 5 séries de ficção científica

Quem já não se pegou pensando nas ideias mirabolantes que faria com o teletransporte após assistir Star Trek? Ou para quais lugares iria se adentrasse um Stargate? Talvez apenas algumas ideias tiradas de um simples episódio de Firefly para escrever histórias. Gostando ou não de assistir séries, uma coisa é certa. Elas são extremamente capazes de inspirar (e o fazem) ou de pelos fazer o espectador aprender e se maravilhar com conceitos e ideias antes desconhecidos.

Neste tópico, inauguro a seção Inspiração, com dicas de séries, filmes, livros e basicamente qualquer coisa que seja capaz de inspirar.

Abaixo falo um pouco de cinco das principais séries que me inspiraram a escrever ou apenas a pensar.

 

557763e5cef18_a9307a476a905742268dcd5434ad52b3.jpg.188f1cca52ade886180d179f87dc869d.jpg

Stargate

Stargate começou em 1994 com o filme de mesmo nome. Uma série, chamada Stargate SG-1, com 10 temporadas e mais dois spinoffs (Stargate: Atlantis e Stargate: Universe) seguiram, gerando muito conteúdo de ficção científica. Os temas abordados na série vão desde viagens interplanetárias até relacionamento com culturas alienígenas, guerras no espaço, viagem no tempo, hierarquia militar, contrabando. Bem, em 17 temporadas, você deve imaginar que não falta conteúdo e ideias (nem sempre bem trabalhadas) para explorar.

O filme Stargate começa quando um estranho dispositivo (o Stargate) é descoberto nas areias do Egito. Quando o arqueólogo Daniel Jackson consegue desvendar seus mistérios, ele e o exército norte-americano conseguem colocar o equipamento para funcionar. Uma expedição militar secreta dos EUA é então enviada através desse portal desconhecido e acaba surgindo em um outro planeta, onde humanos vivem escravizados pelo deus egípcio Ra, que não passa de um extraterrestre muito poderoso. A série parte daí para abrir uma teia de cânone e mitologia que até hoje deixa muitos fãs com saudades.

Antes de assistir saiba que:

As histórias de Stargate Atlantis e Universe nunca foram terminadas. E é provável que nunca sejam.

Curiosidade:

Alguns militares da força aérea americana apoiaram e participaram como atores na série. A força aérea dos Estados Unidos considerava a série uma excelente propaganda.

Subgênero:

Ficção Científica Militar

firefly.jpg

Firefly

Firefly é a série que morreu e virou mártir. Em algum universo paralelo, Firefly é uma série de ficção científica legal e divertida. Mas neste universo em que você vive, ela é uma pérola cult venerada por uma legião de fãs que lamentam sua única temporada e a consideram uma das melhores obras de ficção científica que a televisão teve a honra de transmitir.

Firefly se passa 500 anos no futuro. A tripulação da nave espacial Serenity é um grupo de renegados que aceita quaisquer trabalhos para colocar comida na mesa e manter a nave no espaço. De planeta em planeta, satélite em satélite, o capitão Malcom Reynolds precisa saber em quem confiar e quais atitudes tomar para sobreviver.

Firefly é bom demais (sendo bem imparcial aqui). Assisti os 14 episódios sem sentir o tempo passar e sem nenhum momento de tédio. Quando a série foi cancelada pela Fox, um filme chamado Serenity foi lançado para fechar a história e lacrar o destino da série que até hoje aguarda um retorno.

Antes de assistir saiba que:

Você vai sentir saudades.

Curiosidade:

Nathan Fillion e Alan Tudyk (dois atores de Firefly) estrelaram uma série de comédia chamada Con Man. Ela conta a história de um ator de uma série de ficção científica cancelada que passou a ser venerada pelos fãs. Opa. 🙂

Subgênero:

Ficção Científica Western

 

Battlestar-Galactica.jpg

Battlestar Galactica (2003)

As intrigas que você assiste em Game of Thrones hoje em dia não são novidades na televisão de fantasia/ficção científica. Muito antes, Battlestar Galactica já nos presenteava com doses de intriga política que fariam inveja à situação atual do Brasil. Se você busca uma ficção científica com política, religião, viagem pelo espaço, batalhas entre grandes naves espaciais e muitas vezes um clima sombrio e pessimista (destoante do clima mais descontraído de Stargate SG-1, por exemplo), Battlestar Galactica é a série para você.

Baseada na série homônima de 1978, BSG começa quarenta anos após a Guerra dos Cylon, quando os humanos das Doze Colônias conseguiram manter afastada a ameaça dos robôs criados pelos próprios. Um ataque surpresa dizima as Colônias e destrói milhares de vidas. O comandante William Adama, veterano da guerra, reativa a nave Battlestar Galactica para enfrentar seus inimigos mais uma vez e buscar um novo lar para aquela fração reduzida da humanidade. Com poucos suprimentos e muitas dificuldades, eles partem em busca de um mito chamado Terra.

Antes de assistir saiba que:

Três filmes e um spinoff se originaram da série.  Razor e The Plan são dois dos filmes que se passam em momentos cruciais da série. Caprica é uma série de uma temporada que conta os eventos anteriores ao ataque surpresa dos Cylons. Por fim, Blood & Chrome é um último filme que se passa entre Caprica e Battlestar Galactica, no período da Guerra dos Cylon.

Curiosidade:

Em 2009, a ONU fez uma mesa-redonda com os criadores e atores de Battlestar Galactica para falar sobre direitos humanos, terrorismo, crianças, conflito armado e reconciliação entre pessoas e crenças, vários dos quais são temas abordados ao longo das quatro temporadas da série.

Subgênero: Space Opera

blackmirror-e1443192400570

Black Mirror

Uma das séries mais capazes de inspirar na atualidade, Black Mirror é uma antologia com diversas histórias independentes sobre o papel da tecnologia no futuro da humanidade. Cada temporada tem apenas três episódios, que abordam temas desde a falta de privacidade na vida de políticos até o futuro do Direito diante da necessidade da população em julgar e apontar dedos.

Black Mirror é aquela série para fazer você se sentir mal de alguma forma. Fazer você notar que aquelas horas ininterruptas na frente do seu celular (o seu espelho negro), o seu vício em descobrir sobre a vida daquele antigo relacionamento e aquela sua terrível mania de julgar os outros com base em poucos fatos é bem pouco saudável. Também é uma série para fazer pensar em possibilidades. E se você pudesse filmar toda a sua vida? E se você pudesse reviver aquela pessoa que ama e que deixa saudades? Recheada de críticas ao estilo de vida do século XXI, Black Mirror vale a pena ser assistida.

Antes de assistir saiba que:

Há um episódio especial de natal, chamado White Christmas, desvinculado de qualquer temporada.

Curiosidade:

Robert Downey Jr. e George Clooney participaram de um leilão para adquirir os direitos de um dos episódios da série. O homem de ferro venceu.

Subgênero:

Depende do episódio.

364699.jpg

Especial: Community

Você talvez esteja se perguntando por que diabos Community está aqui. Bom, eu explico. Community é uma série de comédia que narra a história de um grupo de estudos em uma faculdade comunitária. Após alguns fracassos na vida, cada um tem muita história para contar e para viver. Enquadro ela neste post porque a série é repleta de referências ao mundo da ficção científica (muito graças ao cinéfilo Abed), inclusive com episódios inteiramente temáticos. Você pegará referências como Dr. Who, Farscape, Stargate, Firefly… Filmes então, nem se fala. Big Bang Theory é sobre os nerds, mas Community é para os nerds.

Com seis temporadas, a série brinca com o que faz sentido e o que não faz. Também joga com a própria existência e seus frequentes cancelamentos. Até mesmo o dinheiro investido pelo Subway e pelo Yahoo viraram temas na série.

Antes de assistir saiba que:

Espere aparições de atores bem conhecidos na ficção científica, como Levar Burton (o Geordi LaForge de Star Trek) ou a Tricia Helfer (a Número Seis de Battlestar Galactica).

Curiosidade:

Ken Jeong, o Señor Chang (E Mr. Chao do filme Se Beber, Não Case), é um dos principais personagens da série. Ken também é médico na vida real.


 

Espero que essas séries também inspirem você de alguma forma! 🙂 E aí, quais outras não listadas aqui você considera inspiradoras? Deixe sua opinião nos comentários e se inscreva no blog para receber as novidades por e-mail.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s