Últimos Dias: Stranger Things, Wait But Why e Arqueira

Nos últimos dias (tá mais para último mês, mas tudo bem), assisti a incrível série Stranger Things, que não é novidade para ninguém, descobri um site excelente sobre todo tipo de assunto e tive uma agradável surpresa nas Olimpíadas.

 

netflix stranger things poster

Stranger Things

Se você gosta de Stephen King e não assistiu ainda, não perca mais tempo e vá assistir. Stranger Things, do Netflix, não só é uma série recheada de referências dos anos 80 (Star Wars, Stephen King, Marvel, DC, etc) como também remete a séries como Eeriee Indiana (inclusive a série se passa no estado americano de Indiana) ou às histórias de ficção científica, terror e fantasia dos filmes e livros dessa década mágica. Mais que isso, a série tem inspirações óbvias nos livros It – A Coisa, Carrie e A Incendiária, todos de Stephen King. Foi uma experiência excelente assistir seus oito episódios e já quero mais!

Ela conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Sua mãe, um policial e seus amigos tentam descobrir seu paradeiro, mas terão que confrontar forças obscuras para tê-lo de volta.

Screen Shot 2016-08-20 at 17.43.52

Wait But Why

Wait, But Why é o blog/site de um cara chamado Tim Urban. O blog não tem um tema específico, e aborda assuntos que vão do Paradoxo de Fermi (se o universo está cheio de aliens, por que ainda não fomos visitados?) passando pelas complexidades da vida (religião, sociedade, relacionamentos, etc) até História. Cada post é bastante agradável (e gigante) de se ler e escrito de uma forma muito acessível. O aprendizado é imenso.

Recomendações de posts:

Religião para não religiosos

De Mohammed até o Estado Islâmico: A História Completa do Iraque

Domando o mamute: Por que você deveria parar de se importar com o que os outros pensam

sarah

Arqueira

Ao desbravar a Internet durante o período olímpico descobri a existência da brasileira Sarah Nikitin, que disputou arco e flecha  nas Olimpíadas. Para a minha surpresa, o grande motivador de Sarah para começar a praticar foi O Senhor dos Anéis. Segundo ela, que tem 24 anos: “Vi uma reportagem em uma revista sobre “O Senhor dos Anéis” que falava sobre a prática do arco e flecha e indicava um clube que tinha aulas de tiro com arco. Achei interessante e resolvi conferir. Era para eu fazer uma aula experimental de 30 minutos e acabei ficando uma hora e meia. Logo decidi que queria aprender a atirar.” Infelizmente, o esporte não tem tradição nem investimento aqui no Brasil, e Sarah e sua equipe ficaram sem a medalha. Vamos torcer para que esse cenário mude e que ela consiga algo nas próximas competições.


 

Espero que tenham gostado! Inscrevam-se no Farol ali do lado direito para receber as novidades por e-mail e deixem sua opinião aí embaixo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s